descrição do blog

Este é um espaço para trabalhos de criação e confecção próprias.
Aqui você encontrará trabalhos em Tear de Tricô, Tricô à Máquina,
com receitas básicas, fotos explicativas, gráficos de peças e de pontos, inclusive para iniciantes nas técnicas apresentadas.
Haverá, também, trabalhos em Tricô com Agulhas e com os Dedos, Crochê Barbante e Tunisiano, Reciclagem, Customização, Costura
e algumas peças que foram confeccionadas a partir de ideias deste maravilhoso mundo virtual.
Receitas de terceiros estarão com os devidos créditos, respeitando os direitos autorais.
A intenção é compartilhar formas de terapia simples e econômicas!

bem vindos

Bem-vindos! Fiquem à vontade!

Avisos

Role a página para visualizar algumas peças e clique nos links à esquerda
para ver as páginas com as receitas.



ATENÇÃO:
Para divulgar qualquer material deste blog, use links de redirecionamento, por favor.
Assim, seus visitantes e amigos poderão conhecê-lo... Obrigado.


Se houver alguma peça que ainda não esteja com a receita ou o gráfico
(ou com problemas na visualização),
por favor, avisem-me (email, caixa de recados do blog ou facebook).
Obrigado.


domingo, 26 de outubro de 2008

Quem sou?

Sou Paulistana, tenho uma filha maravilhosa que me dá muito orgulho (a modelo principal do blog) e uma colaboradora que me ajuda nos trabalhos de casa. Tenho muitos amigos, graças a Deus, e peço a Ele que os abençoe sempre, assim como à minha família, que é pequena, mas leal e honesta. Sou servidora pública estadual há quase 30 anos, me considero uma boa profissional e gosto muito da minha função. Sempre fui apaixonada por fios (até os elétricos - rsrsrs) e a minha distração nas horas de folga é brincar com eles... Assim, aprendi a tecer à MÁQUINA (na Lanofix Tricomatic), à MÃO, em TEAR de TRICÔ, TEAR QUADRADO, TEAR RABO DE GATO, CROCHÊ (inclusive o TUNISIANO) e não me atrapalho em BORDADOS (Tecidos ou Telas).
Como tudo começou: cresci entre fios, pois minha mãe fazia tricô e bordava. Naquela época usava-se muito malha de lã bordada à mão e a minha mãe sempre foi muito boa em trabalhos artesanais! Bem... “filho de peixe, peixinho é”. Então, minha mãe ganhou a Lanofix "Tricomatic” (Alguém se lembra? Ainda tenho!). Minha mãezinha, que Deus a tenha, não sabia manuseá-la, mas tinha o manual. Vocês não têm idéia de quantas roupas fiz naquela máquina. Somente em 2005, resolvi comprar a Lanofix SK280. Comecei, então, a fazer cachecóis e polainas para treinar e hoje, sempre que tenho tempo, teço uma peça ou outra. Adoro criar e as peças que faço são exclusivas, em sua maioria. Através de pesquisas na Internet sobre trabalhos feitos à máquina, acabei entrando em comunidades sobre Tear, que era uma febre e... eu embarquei! Em um "site" encontrei um PROJETO DE TEAR DE TRICÔ e não tive dúvida: imprimi o projeto, confeccionei o meu tear e matei a saudade! Aprimorei, fazendo teares para as amigas, que quiseram aprender a tecer, até que fiz o Tear Regulável de Tricô, o Tear Quadrado e o Tear Rabo de Gato. Uma pausa para uma pequena estória sobre estes teares. Aprendi a trabalhar com o Tear Rabo de Gato aos 7 anos de idade: era feito em “carretel” de linha, com 4 pregos em volta do furo central. Com o Tear de Tricô, depois dos 15 anos e era bem mais simples do que agora, mais rústico. Foi uma senhora mineira, Lurdes, quem me apresentou a técnica e, àquela época, eu desconhecia o nome. Bom, eu jamais imaginei que voltaria a tecer aqueles longos “rabos de gato” e cachecóis, depois de tanto tempo. O mundo dá tantas voltas, não é verdade? A partir daí, adquiri os pontos na CENTER-LÃ, fiz uma amostra de todos eles e os divulguei em comunidades de tear no “Orkut” (outra febre) , juntamente com uma amiga “Regina Céli” (pessoa que se tornou muito especial em minha vida). Com a troca de conhecimentos, acabei criando um grupo no “Yahoo” denominado “Tear Manual”, onde publiquei os gráficos dos pontos que possuía e que fizeram um sucesso relativo. Assim e no início de 2006, comecei a planejar e montar este “Blog”. Não foi fácil, mas conclui e publiquei no final do primeiro semestre do mesmo ano.
Confesso que isso me deixa muito feliz, pois é uma grande realização ver meus trabalhos publicados e pessoas de todo lugar tendo acesso a eles.
Como é bom poder compartilhar! É, sem dúvida, um sonho que se tornou realidade e, por isso, aqui fica o meu agradecimento a todos que colaboraram para esta realização!
Beijos,
Angela Maria
(data original da postagem: março de 2006)
Postar um comentário