descrição do blog

Este é um espaço para trabalhos de criação e confecção próprias.
Aqui você encontrará trabalhos em Tear de Tricô, Tricô à Máquina,
com receitas básicas, fotos explicativas, gráficos de peças e de pontos, inclusive para iniciantes nas técnicas apresentadas.
Haverá, também, trabalhos em Tricô com Agulhas e com os Dedos, Crochê Barbante e Tunisiano, Reciclagem, Customização, Costura
e algumas peças que foram confeccionadas a partir de ideias deste maravilhoso mundo virtual.
Receitas de terceiros estarão com os devidos créditos, respeitando os direitos autorais.
A intenção é compartilhar formas de terapia simples e econômicas!

bem vindos

Bem-vindos!
Houve uma mudança no nome do blog, mas ele continua o mesmo!
Agora, você encontrará outras técnicas de trabalhos manuais.

Avisos

Role a página para visualizar algumas peças e clique nos links à esquerda
para ver as páginas com as receitas.



ATENÇÃO:
Para divulgar qualquer material deste blog, use links de redirecionamento, por favor.
Assim, seus visitantes e amigos poderão conhecê-lo... Obrigado.


Se houver alguma peça que ainda não esteja com a receita ou o gráfico
(ou com problemas na visualização),
por favor, avisem-me (email, caixa de recados do blog ou facebook).
Obrigado.


sábado, 20 de dezembro de 2008

Colete Salmao - Tricô à Máquina

Tricô à MáquinaTam. P
Material: Linha Cléa
Execução:
Costas: Monte 100 pontos e teça 120 carreiras (pode ser mais, é claro!) , na regulagem 8. Arremate.
Frente: Monte 50 pontos e teça 58 carreiras. A partir da 59ª carreira diminuir apenas de um lado (decote) e em toda carreira ímpar 1 ponto por 30 vezes. Ficam 20 pontos . A diminuição vai até a 117ª carreira, portanto teça até a 120ª. Arremate. Faça a outra lateral da mesma forma, diminuindo do lado oposto.
Acabamento: Passe levemente e costure as laterais (deixando a cava) e os ombros. Faça o acabamento das mangas e em toda a volta do trabalho em crochê.
Obs: Estou fazendo outro com a linha Anne (a que usei no bolero bege), fica um pouco mais grosso. Este salmão ficou “molinho”. Acredito que seja melhor, depois eu mostro.
Fale comigo!
(postagem original em maio de 2006)
Postar um comentário